Quem nunca começou uma dieta e desistiu em pouquíssimo tempo? E os motivos pra isso são os mais variados possíveis, não é mesmo? Talvez por isso que a expressão “furar a dieta” seja tão comum.

O curioso é que o ser humano tem uma tendência enorme em optar pelo caminho mais fácil, desistindo rapidamente daquilo que não nos agrada muito, mesmo entendendo seus benefícios e sabendo que seria o melhor caminho a ser trilhado.

Realmente, manter uma alimentação restritiva durante períodos estendidos pode ser muito desafiador, mas existem alguns truques que podem ajudar a tornar essa empreitada um caminho mais suave. Confira:

 

Beba muita água

Sabia que o nosso corpo costuma fazer uma certa confusão com as sensações de fome e sede? Para ter a certeza de que não está fazendo a escolha errada, mantenha-se hidratado. O recomendável é tomar, pelo menos oito copos por dia, o que seria o equivalente à dois litros de água.

 

Coma de 3 em e horas

Dieta não significa passar fome, pelo contrário! Para aguentar firme é importante não deixar de comer por períodos prolongados, que acabam ressaltando a sensação de fome. Por isso, aposte em consumir pequenas porções de alimentos saudáveis entre as principais refeições. Castanhas e frutas são sempre boas opções e ajudam a manter o nível de energia constante com poucas calorias.

 

Não coma de forma distraída

Alimentação é coisa séria e o seu cérebro deve estar concentrado nesta atividade. Evite comer assistindo televisão ou mexendo no celular. Ao mastigar, seu cérebro já começa a processar a mensagem de que aquela necessidade alimentar já está sendo suprida e você acaba comendo menos.

 

Abuse dos vegetais fibrosos

Os vegetais ricos em fibras são conhecidos por saciar o apetite com pouquíssimas calorias. Isso acontece porque as fibras solúveis presentes nos vegetais têm a capacidade de reter água, formando uma espécie de gel no trato digestório, enquanto as fibras insolúveis, auxiliam na formação do bolo fecal, contribuindo para o bom funcionamento intestinal e com a sensação de saciedade.

 

Não se prive

O fundamental é que você entenda que nada é proibido. Você pode comer um pouco de tudo, mas é preciso estar atento à quantidade e à frequência com que você consome os alimentos. Não precisa passar fome, passar vontade ou se privar 100%! Passar vontade é um dos principais motivos que levam muitos pacientes desistirem do tratamento. Abusou no almoço? Compense no jantar. Equilíbrio é tudo!

 

Respeite seu corpo

Ao começar uma dieta não crie expectativas ou metas muito agressivas. Cada organismo funciona de uma forma e responde ao tratamento de maneira diferente e muito particular. Respeite o seu tempo e seja justo com os resultados obtidos. As vezes é preciso até mudar de estratégia, mas nunca desista de alcançar sua meta.

 

É importante lembrar que no planejamento e no acompanhamento de qualquer dieta é fundamental contar com o apoio de um profissional qualificado. Consultando um bom nutricionista e realizando exercícios físicos de forma regular, você terá muito mais chances de atingir o seu objetivo!

 

Gostou das dicas? A obesidade é uma doença crônica, que atinge uma enorme quantidade de pessoas e que merece a devida atenção e tratamento multidisciplinar. Para saber mais sobre a Cirurgia da Obesidade, confira a página do nosso site, clicando aqui. Visite também o nosso blog!